Blog

//Lesões da Cartilagem no Corredor

Lesões da Cartilagem no Corredor

A cartilagem é o tecido responsável pela constituição de diversas partes do corpo humano. Sua composição é 70% água e 30% de um composto de fibras que proporcionam a absorção do impacto e a distribuição de forças que passam pela articulação.

Pode-se dizer que existem três tipos de cartilagem no corpo humano:

  • Cartilagem elástica – é constituída por abundantes fibras elásticas que estruturam órgãos e tecidos como a orelha e o nariz;
  • Fibrocartilagem – apresenta fibras colágenas do tipo I e é responsável pela composição dos meniscos, discos vertebrais e cápsula articular. Ela possui função importante! Isso porque compõe parte da articulação, auxiliando no controle das solicitações biomecânicas empregadas nas articulações durante a prática da corrida;
  • Cartilagem hialina – mais comum com a presença de colágeno do tipo I em sua matriz, reveste as superfícies das articulações e é responsável pelo contato entre os ossos, permitindo o deslizamento entre as extremidades ósseas. Outra função importante desta última é a de lubrificação da articulação, pois produz e distribui o líquido sinovial.

Lesões e tratamentos

A cartilagem articular pode sofrer diferentes lesões, dependendo das reações das articulações às solicitações biomecânicas da corrida. Acrescido a este fato, o excesso de peso, alterações do eixo anatômico, desequilíbrios musculares e lesões ligamentares e meniscais influenciam. Qualquer articulação que contém cartilagem hialina pode sofrer lesões. Porém, as articulações que são submetidas ao peso do corpo são mais susceptíveis, tais como o quadril, o joelho e o tornozelo. O quadro clínico é caracterizado por dor e acúmulo de líquido articula, representado pelo aumento de volume da articulação.

O tratamento das lesões da cartilagem deve ser adequado a cada paciente e ao tipo de lesão. Todavia, não há uma forma de tratamento que devolva a cartilagem original. Grande parte das alternativas terapêuticas visam o alívio da dor e o controle da progressão da lesão. Ainda assim, os esforços de todos que se dedicam a estudar estas lesões estão concentrados na obtenção de um método de reparação que ofereça uma cicatrização com características semelhantes a cartilagem de origem.

As alternativas de tratamento são o medicamentoso, composto por substâncias analgésicas, antiinflamatórias e pelos chamados viscosuplementos. Também há a fisioterapia, que é importante na analgesia e no reequilíbrio muscular. Já para evitar a recorrência da lesão, é muito importante que sejam observados os fatores predisponentes. Por outro lado, o tratamento cirúrgico pode ser realizado por artroscopia e pode variar de uma simples limpeza articular, até técnicas mais sofisticadas de transplante e cultura de células da cartilagem.

Enfim, é importante que o corredor esteja atento aos sintomas que possam levar a alterações degenerativas das articulações para que estas não se tornem irreversíveis. Além disso, é importante lembrar que o tratamento precoce das lesões da cartilagem articular propicia os melhores resultados, e, portanto, um melhor retorno ao esporte com melhores marcas.

Por | 2018-09-13T16:47:10+00:00 15/09/2018|

Sobre o autor:

Moisés Cohen
Dr. Moisés Cohen é médico ortopedista e diretor do Instituto Cohen

NOSSOS CANAIS DE COMUNICAÇÃO COM VOCÊ!